sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Resenha: Blue Bloods – Vampiros de Manhattan, de Melissa de la Cruz

Um livro de vampiros, com uma pitada de Gossip Girl e It Girl. Essa seria uma boa definição do livro Blue Bloods – Vampiros de Manhattan, da norte-americana Melissa de la Cruz, lançado em 2010 no Brasil pela editora ID.

Sinopse: Quando o navio Mayflower aportou nos Estados Unidos, em 1620, trazia a bordo homens e mulheres que lançariam as bases da sociedade norte-americana. Mas entre os Peregrinos havia também aqueles que não estavam apenas fugindo de perseguições religiosas. Eram os Blue Bloods - um clã que acumulou grande poder e riqueza, tornando-se um dos mais influentes grupos da sociedade de Nova York.

Schuyler acabou de completar quinze anos. Veias azuis começam a saltar sob a pele pálida de seus braços. E quando uma garota de seu colégio é encontrada morta, sem nenhuma gota de sangue no corpo, Schuyler não sabe o que fazer. Poderiam ser verdadeiras as histórias de vampiros?



Melissa de la Cruz conseguiu transcrever nas páginas do seu livro a rotina da elite de Nova Iorque, seus costumes, vestimentas e comportamentos. A primeira vista, o livro é essencialmente comportamental, com uma ou outra cena de mistérios sobrenaturais. Quando a primeira morte acontece, as coisas então começam a se desenrolar.

A trama que envolve os Blue Bloods é complexa, gira em torno de antepassados, anjos, demônios e diferentes espécies de vampiros. O enredo bem elaborado dá um ar profissional, um caráter envolvente. Não tem como o leitor não ficar interessado pela leitura desde as primeiras páginas.

A história é diversas vezes pontuada por páginas do diário de Catherine Carver, uma das primeiras Blue Bloods imigrantes no País que, no final, mostra ter um papel importante no livro. A obra conseguiu misturar fatos reais (como o navio Mayflower que em 1620 transportou os Peregrinos da Inglaterra aos EUA) com ficção (como os Blue Bloods) sem cair no clichê ou absurdo.

A narração é feita em terceira pessoa em diversos pontos de vista, conseguindo mostrar a realidade de cada um dos personagens. O ponto negativo desta forma de abordagem é que, geralmente, o leitor descobre o mistério antes da hora. O legal deste livro é que mesmo mostrando os acontecimentos de todos os personagens, eu me surpreendi no final, pois não imaginava quem era o “vilão”. Muito bom!

A única coisa que senti falta foi de um pouco mais de romance. O livro tem dois principais ganchos amorosos: o casal formado pelos “novatos” da escola Bliss e Dylan, e o triângulo amoroso, meio sem sal, entre Schuyler, Jack e Mimi. Bliss e Dylan convencem, com uma paixão fulminante, regada com uma pitada de proibição e luxúria, mas infelizmente por serem personagens mais secundários, quase não tiveram destaque ao longo da obra.

A capa deste livro está PERFEITA! Muito mais bonita que a versão americana. E a diagramação da editora ID está linda! Eles capricharam nos detalhes com letras cursivas e as páginas estilizadas simbolizando as páginas do diário da imigrante Catherine Carver. Nota 10! ^-^

Blue Bloods é o primeiro livro de uma série que atualmente já tem 6 livros publicados (ainda sem previsão de lançamento no Brasil):

Blue Bloods (lançado nos EUA em março de 2007)
Masquerade (lançado nos EUA em maio de 2007)
Revelations (lançado nos EUA em outubro de 2008)
The Van Alen Legacy (lançado nos EUA em outubro de 2009)
Keys To The Repository (lançado nos EUA em junho de 2010)
Misguided Angel (lançado nos EUA em outubro de 2010)

O livro é muito legal. Eu adorei! Para fãs de uma história sobrenatural de qualidade, fica a dica para uma boa leitura nesse início de ano! ^-^

Agora fiquem com o gostinho do booktrailer gracinha de Blue Bloods – Vampiros de Manhattan (para não saberem spoilers dos demais livros, assistam só até 1min43):


Ficha técnica:

Título Original: Blue Bloods
Título Nacional: Blue Bloods - Vampiros de Manhattan
Autor: Melissa de la Cruz
Ano de lançamento no Brasil: 2010
Editora: ID
Minha avaliação:

5 comentários:

Lucy disse... [Responder comentário]

Ah, gostei da resenha! Já tinha lido outras, mas fiquei na dúvida... Agora quero ler essa série! hahaha
Será q tem previsão de lançamento dos outros livors aqui?
Também gostei da versão brasileira da capa, mas a mais bonita é a de Masquerade. rsrs

mybookis disse... [Responder comentário]

Nossa, amei!!
Adoro esse estilo de literatura.

Porém, não aguento ficar ansiosa esperando e já acompanho tantas séries que vou preferir, dessa vez, esperar sair tudo no Brasil, depois eu leio.

;**

Deze disse... [Responder comentário]

Parabéns pela resenha!
Ficou ótima. Já tinha lido sobre esse livro, e depois da sua resenha só fiquein com mais vontade ainda de ler.
Realmente a capa da editora ID ficou bem mais bonita que a capa americana.

Beijos

Evelyn Chen disse... [Responder comentário]

Eu não tinha vontade de ler esse livro até ler sua resenha. E agora tenho mais um livro em minha lista de desejos (eu não sei se isso é bom ou ruim pra uma pessoa que está sem grana kkkk)

Carol Felipe disse... [Responder comentário]

A um bom tempo que reflito se vou ler ou não essa série! Os livros vivem paquerando comigo lá na livraria que tem até o 4° em inglês, mas vi tantas críticas diferentes que fiquei na dúvida!!

Acho que vou mesmo é esperar a editora ID lançar mais alguns dos volumes da série pra começar a ler!!

Bjos

Postar um comentário

Siga as instruções abaixo:
- na área em branco abaixo deixe algum comentário sobre o post;
- no espaço "Comentar como:" escolha a opção que mais se adequar a você;
- clique no botão "Visualizar";
- e por fim, clique em "postar comentário".

ıllı BLOG NA PRATELEIRA ıllı

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Visitas

Link-me