segunda-feira, 21 de março de 2011

Resenha: Sem Clima Para o Amor, de Rachel Gibson

Mesmo sendo fã de chick-lit (literatura voltada para o sexo feminino), confesso que muitas obras costumam mesmo cair em clichês, igualando as mulheres e fantasiando demais os homens. Por isso não coloquei grandes expectativas no livro Sem Clima Para o Amor (I'm In No Mood For Love), da escritora norte-americana Rachel Gibson, assim que coloquei as mãos nele. Mas, para a minha surpresa, a história me conquistou e se tornou um dos meus livros preferidos do gênero. Este é o segundo livro da série Amigas Escritoras (Writer Friends Series) composta por quatro obras que narram a vida e conflitos de quatro romancistas. Sem Clima Para o Amor foi lançado no Brasil em 2008 pela editora Jardim dos Livros.

Sinopse: Em Sem Clima Para o Amor, Clare Wingate, uma jovem e atraente escritora, sofre por ter sido traída pelo noivo (com o técnico da máquina de lavar roupa!) e o que mais queria era ficar em casa curtindo a tristeza. No entanto, durante o casamento de sua melhor amiga, reencontra Sebastian, uma paixão de infância, que se tornou um jornalista famoso e sexy. Ele a quer para si de qualquer forma, mas Clare só quer curtir sua dor. Começa aqui uma história divertida e cheia de surpresa, que conquistou milhões de leitores em vários países e levou o livro para o topo da lista dos mais vendidos.

O livro tem algumas características básicas de chick-lit: uma mocinha linda e bem sucedida, mas desiludida com o amor, e um mocinho bonitão, que faz todas as leitoras suspirarem a cada página. Mas, no geral, os clichês terminam por aí.

Logo nas primeiras páginas, o leitor acompanha a decepção de Clare ao descobrir que seu noivo, Loony, é gay. Apesar da situação complicada a história não caiu no drama em nenhum instante e, ainda no primeiro capítulo, somos apresentados ao sarcástico Sebastian Vaughan.

Sebastian é um amigo de infância que Clare não vê desde os 10 anos de idade. O rapaz, um jornalista famoso, é filho do caseiro de sua mãe que voltou a cidade natal para tentar se reaproximar do pai. As discussões de Clare e Sebastian são hilárias, principalmente porque ambos têm personalidades completamente opostas.

Clare faz o estilo “mulherzinha”, sempre elegante, educada (ela tem dificuldade até de falar palavras de baixo calão) e dorme numa cama rodeada de laços cor de rosa. Já Sebastian é o típico “macho alfa”, safado, independente, e que praticamente “exala” testosterona por onde passa. Acho que justamente esta diferença entre eles é o que deixa o romance tão interessante!

Diferente de alguns chick-lit que eu li, este não tem uma história paralela ao romance entre o casal principal. Nenhum mistério, nenhum crime... nada. Somente o avanço da relação do casal e os seus conflitos pessoais que se entrelaçam em diversos pontos. Este é um dos motivos pelo qual classifico esta história singular.

Embora eu prefira livros narrados em primeira pessoa, a autora fez um trabalho eficiente contanto a história do casal em terceira pessoa, mostrando os dois pontos de vista. E mesmo que algumas pessoas critiquem, eu adoro livros que citam lugares reais e marcas reais de produtos durante o enredo e Sem Clima Para o Amor é repleto disso. Para alguns isso pode ser considerado merchandising, mas para mim aproxima mais o leitor da história.

Outro detalhe interessante no livro é o constante clima sexual na história. Desde o reencontro de Clare e Sebastian fica nítido a tensão sexual que rola entre eles. E o mais legal é que a autora conseguiu conduzir isso na história sem cair na vulgaridade e nem perder o romantismo. Eu adorei!

Não costumo colocar citações nas minhas resenhas, mas este livro está cheio de cenas engraçadas. Eu destaquei algumas, vale dar uma conferida:

“Mesmo tendo visto Lonny com os próprios olhos, Clare ainda não acreditava no que havia acontecido. Emoções ruins queimavam-lhe nas veias e ela hesitava entre o ódio e o sofrimento. Balançou a cabeça e reprimiu as lágrimas.
- Ainda estou em choque.
(..)
- Nunca desconfiou? – indagou Maddie. – Ele montava mesas com cacos de vidro.
Clare pousou a mão diante de sua blusa branca sem mangas:
- Achei que ele fosse criativo.
(...)
- Ele ia ao Balcony Club – disse Maddie, franzindo a testa. – Você sabia?
- Sabia. Mas nem todos homens que vão beber no Balcony Club são gays.
- Quem lhe disse isso?
- Lonny.
As três não disseram nada. Não precisavam. Os olhares baixos falaram por elas.
- Ele usava roupas rosa! – observou Lucy.
- Homens usam rosa hoje em dia.
Adele franziu a testa e balançou a cabeça:
- Bom, alguém precisa avisar-lhes que não deveriam.
(...)
– Lonny é muito preocupado com as unhas.
Aquilo era verdade. Seu ex tinha obsessão por cutículas bem-feitas e unhas perfeitamente cortadas. A mão de Clare caiu-lhe sobre as coxas, sobre sua saia indiana verde.
- Eu achava que ele era metrossexual.”

Sebastião também é responsável por diversas cenas engraçadas com seu jeito “macho-alfa”:

“Lembrava-se da época em que quase se achava esperta e tentou passa-lhe a perna, chamando-o de babanão. Ouvira a expressão em algum lugar e achou que estava chamando-o de tonto... Até que ele perguntou se ela queria ver o babanão dele. Nunca vencera nada contra Sebastian”.

“Para Sebastian, aquilo era fim de carreira. Nada contra poodles, embora não conseguisse se ver com um. Mas ‘Mocinha’ e ‘Bonequinha’? Deus do céu, só de ouvir aqueles nomes, perdera uns 100 ml de testosterona. Se ficasse ouvindo mais um pouco, temia que lhe nascesse uma vagina”.

A série Amigas Escritoras narra a vida de Lucy, Clare, Maddie e Adele. Quatro escritoras com características bem diferentes, mas bastante amigas. Lucy é escritora de mistério e suspense, Clare de romances históricos, Maddie de thrillers policiais não-ficcionais e Adele é escritora de livros de fantasia. A saga é composta pelos seguintes livros:

1 - Sex, Lies, and Online Dating (2006) – Não lançado no Brasil
(livro conta a história de Lucy Rothschild e Quinn McIntyre)


2 - Sem clima para o amor (I'm In No Mood For Love) (2006)
(livro conta a história de Clare Wingate e Sebastian Vaughan)


3 - Sempre ao seu lado (Tangled Up In You) (2007)
(livro conta a história de Maddie Jones e Mick Hennessy)


4 - Not Another Bad Date (2008) – Não lançado no Brasil
(livro conta a história de Adele Harris e Zach Zemaitis)

Não sei porque a Jardim dos Livros começou a lançar a série pelo segundo livro. Uma pena, pois fiquei super curiosa com “Sex, Lies, and Online Dating”. De qualquer forma já estou aqui com o “Sempre ao seu lado” e em breve deve rolar resenha dele no blog. Fiquem ligados!

Bom, Sem Clima Para o Amor é um ótimo livro para quem gosta de histórias leves, com personagens com características reais e cheio de cenas engraçadas. Super recomendo! ^-^

Ficha Técnica:

Título Original: I'm In No Mood For Love
Título Nacional: Sem Clima Para o Amor
Autor: Rachel Gibson
Ano de lançamento no Brasil: 2008
Editora: Jardim dos Livros
Minha avaliação:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Visitas

Link-me