domingo, 26 de junho de 2011

Resenha: Paixão, drogas e rock' n' roll, de Daniela Niziotek

Mais uma vez me surpreendi com a qualidade de um livro nacional. O pré-conceito que, confesso, às vezes tenho de que livros de escritores brasileiros contemporâneos são menos interessantes está sendo constantemente contrariado por ótimas obras. Como é o caso do livro “Paixão, drogas e rock' n' roll”, da Daniela Niziotek. A história é forte, sincera e por vezes até cruel. Eu, de verdade, gostei muito! O livro foi lançado em 2010 pela editora Maquinária.

Sinopse: Brian Blue é vocalista e líder de uma das maiores bandas de hard rock do início dos anos 90 e Vicky, uma adolescente brasileira. Desse encontro improvável, nasce uma história de amor com todos os ingredientes dos tempos modernos. Com rara sensibilidade, Daniela Niziotek envolve o leitor ao abordar as dificuldades e concessões enfrentadas para a concretização dessa relação quando um fato trágico se interpõe, mudando para sempre a vida dos personagens. De modo delicado e comovente, mas com aguda percepção, Daniela fala das belezas e dores humanas, trazendo à tona, em meio a uma torrente de sentimentos, os bastidores do mundo do rock. Um mundo de muito glamour, mas também de desencanto e impossibilidades extremas. Brian e Vicky vivem e sofrem os dilemas do amor e da paixão, da insensatez e da lucidez, da luta para fazer prevalecer a razão em um universo cheio de contradições. Dessa mistura de emoções, nasce uma trama muito bem urdida que nos faz pensar sobre a essência do amor e suas nuances mais caprichosas e imprevisíveis.

Passei a madrugada inteira desta sexta-feira para sábado lendo este livro. Simplesmente não consegui parar até saber como a autora conduziria o enredo e descobrir o desfecho da história. E, sinceramente, não me arrependi. Se tivesse que descrever o livro em uma única palavra seria “intenso”.

Mas não pense que o livro é cheio de cenas de ação. A essência da história são seus conflitos humanos. A autora tratou muito bem na obra os pólos extremos que cada homem e mulher são capazes de chegar. Suas fraquezas, dúvidas, medos e angústias. Os diálogos são profundos e as cenas carregadas de um realismo por vezes até cruel.

Os primeiros quatro capítulos são corridos. No início é difícil aceitar a realidade narrada. Tudo parece meio surreal: uma garota brasileira que desperta a paixão de um roqueiro norte-americano. Mas, no decorrer da história, o livro muda. A narração e as situações ficam mais reais e o enredo se transforma completamente.

Vicky e Brian protagonizam um amor intenso, por vezes selvagem, que levam os dois aos extremos da racionalidade e da loucura. As cenas de romance do casal são tão marcantes quanto suas brigas.

É nítido o amadurecimento dos personagens e de seu relacionamento destrutivo no decorrer da história. Quando o tal “fato trágico” altera a vida do casal, eles passam a conviver com o problema, mesmo que de forma conflituosa às vezes.

O final foge do clichê, deixando a história ainda mais verossímil. A escritora é corajosa e conduz os fatos para um fim perfeito. Eu simplesmente adoro desfechos diferentes e assuntos mais adultos. Por isso eu realmente adorei!

O trabalho gráfico do livro está muito bom. A capa é bonita e mistura dois tipos diferentes de papel, deixando o resultado com um leve alto relevo. A revisão também está de parabéns.

Interessados no livro podem encontrá-lo no site da editora. Vale a pena ler. A obra realmente é surpreendente. Eu amei!

Ficha Técnica:

Título Original: Paixão, drogas e rock' n' roll
Autor: Daniela Niziotek
Ano de lançamento: 2010
Editora: Maquinária
Minha avaliação:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Visitas

Link-me