quinta-feira, 9 de junho de 2011

Top 5: heroínas contemporâneas

Eu simplesmente não tenho paciência com mocinhas “vítimas”. Confesso que perco até o ânimo de ler um livro se a protagonista tem este perfil. Sou fã de heroínas fortes, decididas que não dependem exclusivamente do seu par romântico para conseguir as coisas. E, convenhamos, não tem coisa melhor do que ler aquelas cenas em que a mocinha quebra a cara dos bandidos... eu adoro!

As minhas preferidas? Hum, tenho várias. Segue a lista com as “Tops” heroínas e o motivo que as fazem estar entre as minhas favoritas:

1º Rose Hathaway (Saga Vampire Academy, de Richelle Mead)
A série Vampire Academy tem muitos fatores que a deixa tão interessante: sua trama política, a relação entre humanos e vampiros, a magia dos usuários do espírito entre outras coisas. Mas o maior atrativo da história são, com certeza, seus protagonistas. Pela paixão tão forte e real entre eles e, principalmente, pela força e determinação que ambos partilham. A minha heroína preferida sempre será a guardiã Rose Hathaway... assim como o “badass” Dimitri Belikov também sempre encabeçará uma lista de melhor herói para mim. Rose enfrentou regimentos de guardiões, foi caçada por inúmeros inimigos, enfrentou Strigois e conseguiu passar por tudo... sem perder a pose. Adoro a personagem!

2º Sookie Stackhouse (Saga Vampiro Sulino, de Charlaine Harris)
Num universo literário em que pessoas comuns convivem lado a lado com vampiros, metamorfos e lobosisomens, uma humana que consegue se virar por conta própria, e que escapa das maiores enrascadas geralmente sozinha, com certeza, entra na minha lista de preferidas. Sookie Stackhouse apesar de atrair diversos pretendentes “sobrenaturais”, sempre se vira sozinha e, melhor, muitas vezes é ela quem salva os enrascados como os vampiros Bill e Eric.

3º Katniss Everdeen (Saga Jogos Vorazes, de Suzanne Collins)
Em Jogos Vorazes, a Katniss Everdeen se tornou uma heroína contra a vontade. Seu temperamento forte, decidido e caridoso a tornou um exemplo para uma população dominada por um sistema autoritário. Lutar por sua sobrevivência num jogo mortal é impressionante, mas instintivo, agora lutar por sua vida e dos que ama nestas mesmas condições... isso sim é memorável. Por isso adoro a personagem!

4º Catherine Crawfield (Saga Night Huntress, de Jeaniene Frost)
Parte vampiro e parte humana, Catherine Crawfield, ou só Cat, aprendeu a lutar como uma forma de sobrevivência e de vingança. Mas suas habilidades depois foram focadas para uma luta maior, pela segurança dos humanos contra vampiros mal intencionados. Além de saber se virar muito bem sozinha (embora ela tenha a companhia do melhor vampiro de todos, o LINDO Bones) ela ainda comanda uma equipe com vários homens... e dá de 10 a 0 em qualquer um deles. Adoro!

5º Faythe Sanders (Saga Shifters, de Rachel Vicent)
Existem poucas mulheres werecats, e a maioria assume o papel de mulheres de família, meras reprodutoras. Mas não Faythe Sanders. Ela às vezes é temperamental demais e leva a idéia de liberdade e autonomia ao pé da letra, mas é forte e corajosa e luta para proteger seus amigos e familiares.

Eu também adoro várias outras personagens que não entraram na lista como a Suzannah da série A Mediadora, a Annabeth da saga Percy Jackson, a Deuce de Enclave e Eugenie de Dark Swan etc. Elas também são donas do próprio nariz e colocam no chinelo muitos marmanjos. São ótimas! ^-^

E então, o que acharam da lista? Concordam? Quais são suas heroínas da Literatura preferidas?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Visitas

Link-me