sábado, 9 de julho de 2011

Resenha: O tempo entre costuras, de María Dueñas

Cada vez mais estou virando fã de escritores espanhóis. Está difícil ler um livro ruim vindo do país. E a mais recente obra prima literária que encontrei foi “O Tempo Entre Costuras” (El Tiempo Entre Costuras), da espanhola María Dueñas. O livro, lançado no Brasil em 2010 pela editora Planeta, entrou, sem dúvidas, para minha lista de favoritos. É simplesmente fantástico!!! A obra, originalmente publicada em 2009, já conta com cerca de 1 milhão de exemplares editados em 32 edições. O sucesso é tanto que a emissora de TV espanhola Antena 3 está produzindo a adaptação do livro para as telinhas. A série, ainda sem previsão de estréia, está em fase de gravações.

Sinopse: Poucos meses antes da guerra eclodir na Espanha, Sira troca sua pacata rotina em Madri pelo desconhecido Marrocos, seguindo uma avassaladora paixão. Ela e seu amado Ramiro, um aventureiro em busca de dinheiro, vivem momentos de romance, glamour e futilidade. Mas o sonho vivido por ela acaba quando, de uma hora para outra, é abandonada. Sira Quiroga é a encantadora costureira que protagoniza esta aventura. Um dia, Sira se apaixona loucamente e parte de Madri para o romântico Marrocos, meses antes da Guerra Civil Espanhola (1936-1939), para ter sua inocência triturada pelos caminhos da vida. Porém, se transforma uma vez mais para mergulhar, durante a Segunda Guerra Mundial, em um novo mundo, agora repleto de espiões, impostores e fugitivos.

Um livro de 474 páginas com letras miúdas, cheio de fatos históricos e poucos diálogos de cara deve assustar um leitor menos acostumado à temática, certo? Mas muito se engana quem pensa que O Tempo Entre Costuras é um livro cansativo. Muito pelo contrário! Sua leitura é envolvente e a forma como a autora conduz a história deixa o leitor ansioso para descobrir o que vai acontecer a cada página.

A obra conta a história de Sira Quiroga, uma costureira simples que se envolve, sem perceber, em uma série de problemas ao longo de vários anos de guerras (a Guerra Civil Espanhola e a 2ª Guerra Mundial). Dentre vários aspectos magníficos na história, a personagem é o principal ingrediente que resulta na excelente qualidade do livro. Sira mostra amadurecimento a cada novo obstáculo que enfrenta e no final fica nítida a mudança de postura da personagem apresentada no primeiro capítulo. E a empatia que o leitor cria com a costureira só é ampliada com a narração sempre em 1ª pessoa.

Outro detalhe importante no livro são suas situações e personagens verídicos. Confesso que comecei a ler sem qualquer tipo de conhecimento sobre a história da Espanha nas décadas de 30 e 40 e com somente uma noção do papel do país na 2ª Guerra Mundial. Por isso, muitos detalhes narrados no livro me fizeram questionar até que ponto aquilo era real ou fictício... o que me levou a pesquisar muita coisa durante a leitura. Personagens importantes no passado do país como o ministro de Assuntos Exteriores, Juan Luis Beigbeder, e o chefe da inteligência britânica na Espanha, Allan Hillgarth, são tratados como personagens importantes que interagem com personagens fictícios, conduzindo a história de forma muito próxima ao verossímil.

A história é dividida em 4 partes. A primeira mostra uma Sira frágil, que sai de Madri às véspera do início da Guerra Civil e passa por diversas situações complicadas em Marrocos. Na segunda, já com uma nova identidade, Sira faz amigos poderosos e vê sua vida mudar completamente. Na terceira, começa a 2ª Guerra Mundial e alguns fatos obrigam Sira a voltar para Madri. E na quarta, melhor parte da história, Sira, uma mulher forte e inteligente, se vê metida numa grande conspiração política. Só por essa breve descrição já deu para perceber a amplitude da história, não? É como se, a cada nova parte da publicação, fosse iniciado um novo livro. Este é um dos motivos que me fazem afirmar que a história é intensa. Uma leitura realmente envolvente.

E como citei no início deste post, a emissora de TV espanhola Antena 3 está produzindo a adaptação do livro para as telinhas. Eu fiquei super feliz quando soube, a história tem mesmo este perfil. A série se chamará El Tiempo entre Costuras e terá como protagonista a premiada atriz Adriana Ugarte. A emissora já divulgou algumas imagens da produção e eu confesso que adorei os atores escolhidos. Condizem bem às descrições feitas no livro:

Atores escolhidos para a adaptação do livro.
Personagens: Jamila, Marcus, comissário Vazquez, Dolores,
Sira e Rosalinda.

O Tempo entre Costuras é o tipo de livro que todas as pessoas deveriam ler antes de morrer. Se não está em sua lista de leitura, coloque. Não vai se arrepender. Fica a dica!!!

Ficha Técnica

Titulo Original: El tiempo entre costuras
Título Nacional: O tempo entre costuras
Autor: María Dueñas
Ano de lançamento no Brasil: 2010
Editora: Planeta
Avaliação:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Visitas

Link-me