sábado, 27 de agosto de 2011

Resenha: O herói perdido, Rick Riordan

Resenha fresquinha saindo do forno!!!
Terminei de ler O herói perdido ONTEM e mal pude esperar para resenhá-lo. Isso significa que É MUITO BOM! hahaha

Sinopse: Depois de salvar o Olimpo do maligno titã Cronos, Percy Jackson e seus amigos trabalharam duro para reconstruir seu mais querido refúgio, o Acampamento Meio-Sangue. É lá que a próxima geração de semideuses terá de se preparar para enfrentar uma nova e aterrorizante profecia. Uma mensagem que pode se referir a qualquer um deles: "Sete meios-sangues responderão ao chamado. Em tempestade ou fogo, o mundo terá acabado. Um juramento a manter com um alento final, E inimigos com armas às Portas da Morte afinal." Os campistas seguirão firmes na inevitável jornada, mas, para sobreviver, precisarão contar com a ajuda de alguns heróis, digamos, um pouco mais experientes — semideuses dos quais todos já ouvimos falar... e muito. Fonte: Skoob.
A história começa com Jason acordando em um ônibus escolar ao lado de sua suposta namorada Piper e seu suposto melhor amigo Leo. Digo "suposto" porque nem tudo é o que parece, principalmente quando estão todos envolvidos na Névoa e Jason acorda com amnésia, lembrando apenas de seu nome.

Como era de se esperar em um livro do Riordan, logo no primeiro capítulo temos uma batalha, da qual Jason e seus novos (ou não?) amigos são resgatados e levados ao acampamento meio-sangue por Anabeth. Também é no primeiro capítulo (Ou melhor, no segundo) que descobrimos que nosso querido Percy Jackson está desaparecido.

Pois é, o Percy é o Herói perdido do título. rsrs E Jason é um semi-deus muito inesperado, pois ele é filho de Zeus, já tendo sido reclamado antes de chegar ao acampamento meio-sangue (mas como? Todos os meio-sangues vão para o acampamento, não? Hm... Aí está um mistério da trama que não conto de jeito nenhum!). Leo e Piper também são semi-deuses e são reclamados por seus pais, Hefestos e Afrodite.

O fato de os três se encontrarem não é mero acaso, claro. O destino deles foi traçado e Quiron acredita que esteja ligado à nova profecia sobre os sete semi-deuses.

A estadia dos três no acampamento é curta, uma vez que Rachel, o Oráculo, faz uma nova profecia e Jason, Piper e Leo devem partir para resgatar ninguém mais, ninguém menos que Hera, a rainha dos deuses, antes do próximo solstício, que seria dentro de poucos dias.

A aventura como sempre corre solta. É muito difícil parar a leitura e confesso que ficava com raiva quando não conseguia ler. Os três novos semi-deuses tem seus dramas, seus poderes especiais, todos são relevantes e fica óbvio que eles são os três primeiros semi-deuses da profecia.

A narrativa de Riordan será diferente nessa série: Enquanto que na série de Percy Jackson e os Olimpianos a narrativa era em primeira pessoa, sempre do ponto de vista de Percy, nesta será uma narrativa em terceira pessoa, alternando o ponto de vista em cada capítulo. Os capítulos não tem títulos, trazendo apenas o nome do "personagem da vez" - aquele que determinará de qual ponto de vista veremos os acontecimentos. A ordem também seguia como dois capítulos para cada herói, por exemplo: dois capítulos para Jason, seguido de dois capítulos para Piper e dois para Leo.

Dessa vez, Riordan também mescla a mitologia grega com a romana, por um motivo que prefiro não contar, mas verão que essa mistura é essencial para esta série. hehehe

Só sei que ao final do livro, depois de descoberto quem será o vilão da série, fiquei morrendo de vontade de já pegar "The son of Neptune" - que será lançado nos EUA apenas dia 4 de outubro. Isso quer dizer que tradução só no ano que vem, minha gente. rsrs
Enquanto isso, babem na capa do próximo livro:



Ficha técnica:
Título: O herói perdido
Título original: The lost hero
Autor: Rick Riordan
Ano de lançamento no Brasil: 2011
Minha avaliação:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Visitas

Link-me