sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Indicações literárias de leitores do blog (parte 6)

Tava com uma saudade danada de comentar por aqui as indicações de livros feitas por vocês, leitores do blog. Tão bom discutir o assunto com pessoas que partilham a mesma paixão que eu. Continuem indicando livros através deste formulário. Ficarei muito feliz de receber e comentar cada uma das sugestões!

Dá uma olhadinha abaixo nas excelentes indicações que recebemos recentemente de leitores do Na Prateleira:

De: Cássia
Sugestão: Os Símbolos místicos: Um guia completo para símbolos e sinais mágicos (Brenda Mallon) – Editora Larousse
Comentário do leitor: “Este livro é muito bom. Foi escrito pela autora Brenda Mallon e traz bons ensinamentos. Que pena que é a primeira série, mas se tiver outras será muito bom. Ele foi traduzido por Eddie Van Feu. Leia!!!”.


Sinopse: Este livro revela as ideias-chave e conceitos sagrados que estão por trás de mais de 600 símbolos e sinais, incluindo símbolos mágicos de proteção e palavras de poder da Renascença, antigos símbolos da alquimia e astrologia, símbolos rúnicos e do antigo povo da Escócia e símbolos sagrados do hinduísmo, budismo e taoísmo.

Oie, Cássia. Valeu pela indicação, ainda não conhecia o livro. Eu gosto demais de ler sobre história e misticismos sobre antigas civilizações e religiões, mas confesso que nunca li uma obra diretamente focada em simbologia. Fiquei interessada de verdade. ‘Brigadão! Um beijo!



De: Juliana Ferreira
Sugestão: Anna Karenina (Leon Tolstói) – Editora Macmillan do Brasil
Comentário do leitor: “Ouvi sobre o livro na leitura de um outro e fui pesquisar sobre, acabei que assisti o filme da publicação antes de lê-lo; mas gostei dele. Uma história de época que se passa na Rússia sobre Anna Karenina (autor Leon Tolstói), uma mulher da alta sociedade casada e com filhos, supostamente satisfeita com seu casamento até conhecer o Conde Vronski; que desperta nela os desejos de um caso extra-conjugal, que leva ela a um caminho conturbado. Não sei se já fora indicado aqui, mas faço minha vez.”.


Sinopse: A trama gira em torno do caso extra-conjugal da personagem que dá título à obra, uma aristocrata da Rússia Czarista que, a despeito de parecer ter tudo (beleza, riqueza, popularidade e um filho amado), sente-se vazia até encontrar o impetuoso oficial Conde Vronski.

Há muitos anos eu assisti a uma série baseada na obra do Tolstói e gostei muito. Anna Karenina é um dos clássicos que estão na minha listinha literária, mas entre os livros do autor ainda dou prioridade ao Guerra e Paz, preciso muito ler (tenho ele aqui há um tempo). Valeu pela dica! ^-^



De: Drielly
Sugestão: Fantasmas do século XX (Joe Hill) - Editora Sextante
Comentário do leitor: “Do autor Joe Hill, o livro de contos é incrível. Essa coletânea é composta por 15 contos, mas nem todos são de terror. Pop Art, um dos meus contos favoritos, assim como Os meninos de Abraham, farão com que o leitor se emocione, tema e viva com esses personagens incríveis. Vale a pena conferir”.


Sinopse: Considerado o novo mestre do horror, Joe Hill apresenta 17 contos que passeiam por todas as vertentes da literatura de terror: do sobrenatural ao suspense, do thriller à fantasia. Com um texto ágil, ácido, repleto de referências culturais, este livro tem o poder de suscitar sentimentos opostos, fazendo com que o leitor fique ao mesmo tempo aterrorizado com o rumo da história e empolgado com o ritmo da narrativa. Em cada conto, por meio da trajetória de cada personagem – um adorável menino inflável; o filho de Van Helsing; um garoto seqüestrado que recebe ligações de um morto; um editor que se vê dentro de um conto de terror; um dono de cinema que se apaixona por um fantasma –, Hill dá vida aos nossos piores pesadelos, nos levando a refletir sobre as atrocidades de que o ser humano é capaz. Profundos, sensíveis e perturbadores, os contos reunidos nesta coletânea permanecem vivos na mente do leitor até muito tempo depois de ele fechar o livro.

Eu tô numa onda de antologias, sabia? Estou curtindo mesmo ler coleções de contos e, embora ainda não tenha lido nada do Joe Hill, já ouvi falar muito bem do autor. Acabei de ver que o livro está num preço bom na internet. Vou comprar. Assim que ler faço meus comentários aqui no blog. Muito obrigada pela indicação, Drielly!



De: Michela
Sugestão: Crescendo (Becca Fitzpatrick) - Editora Intrínseca
Comentário do leitor: “Porque tô louca pra saber se a Jaque compartilha da mesma opinião. Achei fraco e, em momentos, dava raiva da Nora. Mas agora quero terminar de ler a série, adoro histórias de anjos”.


Sinopse: Nora deveria saber que sua vida estava longe de ser perfeita. Apesar de começar uma relação com seu anjo da guarda, Patch (quem, título à parte, pode ser descrito como qualquer coisa, menos angelical), e sobreviver a um atentado a sua vida, as coisas não parecem melhorar. Patch está começando a se afastar e Nora não consegue descobrir se é para o seu próprio bem ou se o seu interesse voltou-se para sua arqui-inimiga, Marcie Millar. Sem contar que Nora é assombrada por imagens de seu pai e ela fica obcecada querendo descobrir o que realmente aconteceu com ele naquela noite em que ele partiu para Portland e nunca voltou para casa. Quanto mais Nora se aprofunda no mistério da morte de seu pai, mais ela começa a se perguntar se sua ascendência nefilim tem algo a ver com isso, assim como o por quê de ela estar em perigo com mais freqüência do que as garotas normais. Já que Patch não está respondendo suas perguntas e parece estar atrapalhando, ela tem que começar a procurar as respostas por si só. Confiar demais no fato de que ela tem um anjo da guarda põe Nora em perigo de novo e de novo. Mas ela pode mesmo contar com Patch ou ele está escondendo segredos mais obscuros do que ela pode imaginar?

Ai, Michela, já comentei muitas vezes aqui no blog que eu não gostei nem um pouco de Sussurro (primeiro livro da série). Achei a trama super vazia e carregada de clichê. Aí, há alguns meses, resolvi dar uma chance para a saga, comprei Crescendo, mas ainda não tive coragem de ler... tá aqui pegando poeira na minha prateleira. Pretendo ler, pois é difícil eu largar uma série assim, mas tá mesmo me faltando ânimo para esta leitura. Assim que ler eu te conto o que achei dele. Beijão! ‘Brigada pela indicação!!!



De: Michela
Sugestão: A batalha do apocalipse (Eduardo Spohr) - Editora Verus
Comentário do leitor: “Estou muito, mas muito, propensa a comprar o livro (a edição especial mesmo) e preciso de opiniões abalizadas... não apenas um ‘adorei’ ou ‘não gostei’. Obrigada desde já!”.


Sinopse: Há muitos e muitos anos, tantos quanto o número de estrelas no céu, o paraíso celeste foi palco de um terrível levante. Um grupo de anjos guerreiros, amantes da justiça e da liberdade, desafiou a tirania dos poderosos arcanjos, levantando armas contra seus opressores. Expulsos, os renegados foram forçados ao exílio e condenados a vagar pelo mundo dos homens até o Dia do Juízo Final.

Já recebi muitas indicações para esse livro. Ainda não li, então não poder te dar opiniões pessoais sobre ele. O que me falam é que a obra é super bem escrita, mas densa, com um texto mais pesado. Eu gosto do estilo, por isso está na minha listinha de leitura há um tempo. Dá uma pensada, mas acho que é um bom livro, que vale dar uma chance. Fora que é de um escritor nacional, o que faz toda a diferença, não?! Beijão!!!



De: Maria Cecília
Sugestão: A mão de Fátima (Ildefonso Falcones) - Editora Rocco
Comentário do leitor: “É otimo!”


Sinopse: A história de um jovem dividido entre duas religiões e dois amores, em busca da sua liberdade e da do seu povo, na Andaluzia do séc. XVI. 1568. Depois de derrotados por Isabel, a Católica, a comunidade muçulmana andaluza sobrevive com muitas dificuldades, sob a constante repressão dos Cristãos, mas depressa o descontentamento dá lugar a uma sanguinária revolta. Entre os revoltosos encontra-se Hernando, um jovem desprezado pelo seu próprio povo e maltratado por Brahim, o seu padrasto. Dotado de uma extraordinária habilidade para lidar com animais, Hernando salva a vida ao filho de uma jovem belíssima, Fátima. Dividido entre a fé que lhe foi incutida e as atrocidades que vê serem cometidas em nome de Alá, o seu coração impele-o a ajudar um nobre cristão, obtendo a sua eterna gratidão. Porém, a sua coragem e honestidade também lhe granjeiam alguns inimigos, sobretudo o seu cruel padrasto que, aproveitando-se da morte do rei, consegue condenar Hernando à escravatura e desposar a bela Fátima, o grande amor do enteado. Brahim, na qualidade de lugartenente do novo monarca, parece inatacável, e Hernando parece condenado à desgraça…

Quando eu terminei de ler “O tempo entre costuras”, da Maria Duenas, eu procurei novas leituras que também falassem, entre outros assuntos, sobre o conflito entre os mouros e os espanhóis e um dos que me indicaram foi justamente este, A Mão de Fátima. ADORO autores espanhóis, eles estão entre os meus favoritos. Acho que escrevem numa intensidade que poucas outras culturas conseguem. Confesso que o que me desmotivou com relação a este livro foi o preço... a obra estava, e continua, muito cara. Mas quero MUITO ler. Valeu pela indicação. Um beijo!



Muito obrigada por todas as indicações! Prometo tentar ler todos os livros citados. E caso você também goste de algum livro ou saga literária, indica para mim! É só preencher este formulário.

Beijos! Fiquem com Deus!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Visitas

Link-me